Desmonte da Petrobras: setor químico sofre

Desmonte da Petrobras

Desde que o desmonte da Petrobras começou, o setor químico brasileiro não para de sofrer.

A taxa de inatividade subiu 10% com a suspensão de uma parcela das operações da Braskem (Alagoas), e com a hibernação das duas fábricas de fertilizantes da estatal no Nordeste (Fafen-BA e Fafen-SE que foram arrendadas agora à iniciativa privada).

Juntas, as Fafens geravam cerca de 6500 empregos (diretos e indiretos) e eram responsáveis por 30% da produção brasileira de fertilizantes.

Se os demais 70% já eram importados, essa valor aumentará ainda mais para abastecer a demanda brasileira. Atualmente ocupando quase a metade de nosso mercado (41%), as importações de produtos químicos de uso industrial podem chegar a 60%.

Mais importados no mercado doméstico elevarão ainda mais a inatividade das fábricas brasileiras, até que não seja mais possível mantê-las em operação. Hoje, a ociosidade está em 30% – taxa limite para um setor de atuação contínua.

Enquanto estatal, a Petrobras beneficia milhares de famílias, regiões e cidades do país através da geração de emprego, oportunidade e autonomia para nosso povo.

Não há razão para privatizar a Petrobras. O que há nessa ideia é aumento de preços e diminuição de renda.

A Petrobras é autonomia. É nacional.

 

Confira também Petrobras: mais de 7 mil alunos brasileiros no programa Ciência Sem Fronteiras.

 Desmonte da Petrobras: setor químico sofre

Compartilhe o post no Facebook

Compartilhe no Instagram

 

Passado, Presente e Futuro: A Petrobras é tudo isso e muito mais

A preservação dos meros depende da Petrobras
A preservação dos meros depende da Petrobras
🐟  Conhecido como “gigante do mar” ou “senhor das pedras”, o mero é um peixe de grande porte que está entre as espécies ameaçadas de extinção. Patrocinado pela Petrobras, o...
Petróleo e gás já foram responsáveis por 13% do PIB brasileiro
Petróleo e gás já foram responsáveis por 13% do PIB brasileiro
Em outubro de 2019, a Petrobras completou 66 anos. Criada para dar autonomia energética ao Brasil (em um setor até então dominado por importadoras e distribuidoras estrangeiras), sua premissa sempre...
Petrolíferas estatais estão entre as maiores do mundo
Petrolíferas estatais estão entre as maiores do mundo
No passado, 85% das reservas de petróleo do planeta eram dominadas por multinacionais: as International Oil Companies (IOCs), ou Sete Irmãs. Já todas as estatais do setor, National Oil Companies (NOCs), acessavam...