Ninguém vai tão fundo quanto a Petrobras

Petrobras águas profundas e ultraprofundas

Como a Petrobras chegou à maior descoberta de petróleo dos últimos 50 anos em todo o mundo? Uma coisa é certa, para se chegar à camada do Pré-sal (uma área enorme de reservas petrolíferas encontrada sob uma profunda camada de rocha salina no fundo do oceano) e ser considerada uma gigante mundial, foi preciso tecnologia, investimento e acreditar no potencial dos trabalhadores da empresa estatal.

Quando a descoberta do Pré-sal foi anunciada, em 2006, a esperança tomou conta do Brasil. E isso só foi possível porque a Petrobrás acreditou.

Naquele período, a área do Pré-sal estava aberta para exploração de empresas estrangeiras, mas elas não queriam correr o risco porque não possuíam tecnologia para explorar o petróleo em águas profundas e ultraprofundas.

Seriam necessários investimentos multimilionários e empresas privadas geralmente preferem buscar os lucros com segurança.

Esse é um dos diferenciais da atuação de uma estatal: o compromisso social.

Este “pacto” com a nação moveu a empresa até o Pré-sal porque os recursos dessa riqueza que estava no fundo do mar poderiam ser aplicados em saúde, educação, tecnologia e geração de empregos.

Além de acreditar nisso, para se chegar ao Pré-sal foram necessários profissionais qualificados e comprometidos com essa missão. Brasileiros, de uma empresa brasileira e com competência diferenciada.

Somando tudo isso, também é verdade que a Petrobras é uma das mais competentes no setor e reconhecida mundialmente. Só da Offshore Technology Conference (OTC), Distinguished Achievement Award for Companies, Organizations, and Institutions, que reconhece às tecnologias de ponta desenvolvidas para a produção da camada pré-sal, a Companhia recebeu três prêmios.

Ela tem sua capacidade técnica e conhecimento de geologia do petróleo reconhecidos pela AAPG Distinguished Service Award. A Society of Petroleum Engineers (SPE), uma das mais importantes entidades da indústria mundial de petróleo e gás, premiou, em 2016 (Dubai), os engenheiros brasileiros pelo trabalho desenvolvimento no setor offshore (ou seja, de extração em alto mar).

Também a SPE reconheceu a empresa como excelência na categoria de Gerenciamento e Informação, com um programa que reduziu custos na construção de poços.

 

Exploração em águas profundas

Nos últimos anos, a Petrobras foi considerada uma empresa inovadora devido a sua capacidade de soluções de última geração, especialmente para exploração em águas profundas e ultraprofundas, o que contribuiu para o aumento na eficiência das atividades offshore, além de reduzir custos das operações.

Enfim, com eficiência no setor, desde o poço até o posto, são inúmeros prêmios e reconhecimentos que consolidam a Petrobras como uma gigante mundial.

Porém, o mais importante, é o legado que a organização vem deixando. Ela é a segunda empresa dos sonhos de aproximadamente 70 mil universitários e recém-formados de todo o Brasil.

Ou seja, além da Petrobras ser vanguarda em tudo que é relacionado a pesquisa e desenvolvimento, ela está no sonho dos brasileiros; pelo menos enquanto for estatal e pertencer ao povo.

 

Compartilhe nossa campanha no Facebook

Siga-nos no Instagram

Passado, Presente e Futuro: A Petrobras é tudo isso e muito mais

Quatro estragos da privatização da Petrobras no Amazonas
Quatro estragos da privatização da Petrobras no Amazonas
O Governo Federal tem buscado manobras para vender a Petrobras, já que a privatização da estatal pode ser interpretada como inconstitucional. O intuito é ficar apenas com as unidades de...
A Petrobras está no seu dia a dia, muito mais do que você imagina
A Petrobras está no seu dia a dia, muito mais do que você imagina
Você sai do seu trabalho e pega um ônibus. Ao chegar em casa, abre a caixa de correio e pega um pacote plastificado. Ali dentro, um brinquedo feito de plástico,...
“Hibernação” é política de desmanche para venda de fatias da Petrobras
“Hibernação” é política de desmanche para venda de fatias da Petrobras
A partir de 2016, a direção da Petrobras mudou de rumo logo que o governo Temer assumiu.   A privatização da empresa passou a ser meta de setores que não possuem...