Por que o governo está levando a Petrobras na contramão do mundo?

na contramão

O atual governo está conduzindo a Petrobras na contramão dos países mais desenvolvidos.

Enquanto governos mais inteligentes e que também são detentores da exploração de petróleo em larga escala estão diversificando atividades e ampliando o refino para não ficar refém dos preços do mercado internacional (que podem variar muito em caso de guerras, por exemplo), o governo brasileiro vai na direção oposta (e errada) ao desintegrar a Petrobras, concentrando suas atividades na exploração e na venda de petróleo cru (a preço de banana, que é o que interessa ao capital estrangeiro).

 

  

:: O governo diz que a Petrobras está endividada. Mas ele não conta que essa “dívida” é totalmente recuperável, já que ela se deve principalmente aos investimentos no Pré-sal, maior riqueza do Brasil (para o mercado financeiro, o cidadão que financia a casa própria também é considerado devedor).

:: E como seria a Petrobras sem o Pré-sal?

Haveria uma grande quebra na produção de petróleo no Brasil, já que em 2009 a produção feita praticamente só na Bacia de Campos e, de lá para cá, essa atividade cairia quase que pela metade.

:: Além disso, o que se vê, com tudo o que foi descoberto, é que a produção de petróleo aumentou e a produção de gás também graças à descoberta do Pré-sal.

:: Então, hoje a Petrobras é uma grande produtora de petróleo devido ao do Pré-sal e para isso foram necessários investimentos pesados.

:: Ou seja: se não tivesse endividamento, não haveria esse aumento e esse desenvolvimento (o que é muito comum quando se trata de empresas gigantes. Só como exemplo, a Uber até hoje opera “no vermelho” mas ninguém duvida do potencial da empresa).

:: Se não existisse as 20 unidades que produzem no Pré-sal, o Brasil seria um país pouco importante mundialmente para o setor.

:: O país só tem esse patamar por causa dos investimentos feitos a partir de 2006.

:: Detalhe: o Brasil tem perspectiva de chegar a produzir seis milhões de barris de petróleo por dia. Ou seja, não só o país irá crescer, mas toda a população será beneficiada.

:: Vale ressaltar que esse crescimento só ocorreu porque a Petrobras é uma empresa estatal.

:: Agora, a partir de 2020, aparecerão os grandes resultados dos investimentos de 300 bilhões de dólares entre 2009 e 2014.

:: Além disso, é preciso deixar claro que todos os frutos que o país vai colher nada tem de ligação com a atual gestão da Petrobras de Castello Branco. Se depender dele, a Petrobras será desmantelada.

:: É preciso defender esses investimentos e proteger a Petrobras, que é uma riqueza do país e dos brasileiros.

Contramão dos países desenvolvidos

:: O mundo caminha para a diversificação. Mas hoje, o Petrobras está saindo de todos os segmentos diversificados.

:: A atual gestão deixou de investir de forma pesada em biocombustíveis líquidos e energia renovável.

:: Castello Branco pretende destruir todas as atividades da estatal nesse linha de renováveis e de menos impacto de carbono.

:: A Petrobras era para ser uma empresa de energia. Diversificada. Trabalhando com etanol, biodiesel, energia eólica, biomassa e energia solar. É isso que governos mais inteligentes estão fazendo. Mas o governo brasileiro segue por outro caminho.

:: Mas, se for analisar o plano estratégico da Petrobras hoje, está lá, com todas as letras: o foco é exploração e produção.

:: O Plano Estratégico da Petrobras é totalmente contraditório e não condiz com os rumos que o setor do petróleo está tomando no mundo.

:: Enquanto o Brasil está vendendo refinarias, a Exxon Mobil (1ª empresa 100% privada do mundo no setor) e a Shell (2ª maior empresa 100% privada do mundo no setor) provam que o nossa país está profundamente errado.

:: Ambas as multinacionais têm capacidade de refino maior que a de produção.

:: Então, a gestão da Petrobras está na contramão não só das grandes estatais do setor, mas também das grandes empresas privadas.

:: Por isso a Petrobras tem o objetivo de vender metade do parque do refino, pois está na contramão. Uma decisão que não é técnica, mas sim ideológica.

 

Ou seja, não há lógica nesse rumo que o atual governo está dando para a Petrobras. É uma destruição do maior patrimônio do Brasil!

Veja mais Vale tudo para vender as refinarias da Petrobras

 

Compartilhe a nossa campanha no Facebook

Siga-nos no Instagram

 

Passado, Presente e Futuro: A Petrobras é tudo isso e muito mais

Petrobras leva responsabilidade social a sério
Petrobras leva responsabilidade social a sério
A Petrobras possui sólidos programas de responsabilidade social e ambiental. Esses projetos têm como objetivo diminuir ao máximo os impactos de sua atividade econômica nas comunidades onde atua, buscando sustentabilidade...
Como o Brasil vai jogar no tabuleiro da nova geopolítica do petróleo
Como o Brasil vai jogar no tabuleiro da nova geopolítica do petróleo
O setor do petróleo se apresenta como um tabuleiro de xadrez. Porém, esse jogo vai muito além de uma mera partida esportiva, ele decide o andamento e os rumos do...
Petrobras: DNA estatal que cuida das variadas espécies que habitam o Brasil
Petrobras: DNA estatal que cuida das variadas espécies que habitam o Brasil
A Petrobras atua na exploração de recursos naturais (petróleo e gás natural) e, por ser estatal, sabe a importância de reduzir o impacto de suas ações no meio ambiente. Para...