Privatizar para reduzir dívida É uma mentira!

Privatizar para reduzir dívida

Sabia que, em quatro anos (2014 a 2018), as privatizações reduziram apenas 25,65% da dívida líquida da Petrobras?

Isso mesmo! Os outros 74,35% abatidos vieram da geração operacional de caixa da estatal!

Sozinha, a Petrobras atingiu 2,58 de indicador de alavancagem no período, baixando a dívida líquida de US$ 115,4 para US$ 81,19 bilhões.

A meta (2,50) e o prazo (final de 2018) para o indicador de alavancagem seriam atingidos mesmo sem privatizar um único ativo.

Aliás, o resultado seria ainda melhor sem qualquer privatização. Os ativos eram altamente rentáveis, e suas vendas trouxeram perdas de geração operacional de caixa à estatal.

 

Privatizar só serve para entregar setores estratégicos para o capital internacional.

Veja também O Diesel poderia ser mais barato . Se o governo quisesse

Privatizar para reduzir dívida É uma mentira!

Compartilhe o post no Facebook

Compartilhe o post no Instagram

Passado, Presente e Futuro: A Petrobras é tudo isso e muito mais

Petrobras: Produção de conhecimento do Brasil para o mundo
Petrobras: Produção de conhecimento do Brasil para o mundo
A Petrobras produz conhecimento e é super premiada por isso! Dá uma olhada: Offshore Technology Conference (OTC) Distinguished Achievement Award for Companies, Organizations, and Institutions: tricampeã no prêmio, pelo desenvolvimento...
Exploração de petróleo em águas ultraprofundas: chegando onde ninguém mais consegue
Exploração de petróleo em águas ultraprofundas: chegando onde ninguém mais consegue
A maior parte das reservas petrolíferas brasileiras está em campos marítimos. Elas exigem tecnologia de ponta para exploração e perfurações cada vez mais profundas. Sabe quem tem tecnologia para buscar...
Privatização da Petrobras :  O retorno do Brasil Colônia
Privatização da Petrobras : O retorno do Brasil Colônia
Desde 1997, a produção e comercialização de derivados de petróleo deixaram de ser monopólio da Petrobras. Porém, até hoje, o Brasil não recebeu investimentos pesados de qualquer grande empresa internacional...